Páginas

quarta-feira, 3 de setembro de 2014

Sintomas



As palavras não saem, 
Ficam enganchadas 
Na minha garganta
É não vão em direção
A ele...

As palavras muitas são,
Mas poucas são ditas
Pois paraliso com os 
Dizeres que levaria a 
Um contato com ele...

E aqui fico, sem puxar 
um papo, mas com vontade 
De ouvir sua voz novamente,
E penso que assunto 
Poderia falar com ele? 

(Geo Feitoza)

Nenhum comentário:

Postar um comentário